Voltar para o topo

Notícias

21/03/20 13:39

Confederação Brasileira de Judô endossa posicionamento do COB em defesa do adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

A CBJ está junto com o COB na defesa pelo adiamento dos Jogos Olímpicos e parabeniza o presidente Paulo Wanderley pela coragem e liderança. O mundo enfrenta um momento de agravamento da crise de saúde provocada pela pandemia de COVID-19 que exige responsabilidade e comprometimento de todos. 

O fechamento de clubes, academias e centros de treinamento por todo o Brasil, bem como a paralisação das competições internacionais e nacionais impossibilitam uma preparação adequada dos nossos judocas para a competição mais importante de suas vidas.  

O momento, portanto, é de prezarmos pelo bem-estar dos nossos atletas e cuidarmos da saúde mundial de forma coletiva para o melhor bem individual e universal, como prega um dos princípios do judô, o Jita Kyoei (solidariedade para prosperidade e benefícios mútuos). 

Leia abaixo a nota oficial do Comitê Olímpico do Brasil:

NOTA OFICIAL - COB defende adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio em um ano 

O Comitê Olímpico do Brasil defende a transferência dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021, em período equivalente ao originalmente marcado, entre o fim de julho e a primeira quinzena de agosto. 

A posição do COB se dá por conta do notório agravamento da pandemia do COVID-19, que já infectou 250 mil pessoas em todo o mundo, e pela consequente dificuldade dos atletas de manterem seu melhor nível competitivo pela necessidade de paralisação dos treinos e competições em escala global. 

“Como judoca e ex-técnico da modalidade, aprendi que o sonho de todo atleta é disputar os Jogos Olímpicos em suas melhores condições. Está claro que, neste momento, manter os Jogos para este ano impedirá que este sonho seja realizado em sua plenitude”, afirma o presidente do COB, Paulo Wanderley, que comandou a seleção brasileira em Barcelona 1992. 

O COB ressalta que a sugestão de adiamento em nada altera a confiança da entidade no Comitê Olímpico Internacional (COI) de que a melhor solução para o Olimpismo será tomada. 

“O COI já passou por problemas imensos anteriormente, como nos episódios que culminaram no cancelamento dos Jogos de 1916, 1940 e 1944, por conta das Guerras Mundiais, e nos boicotes de Moscou 1980 e Los Angeles 1984. A entidade soube ultrapassar estes obstáculos, e vemos a Chama Olímpica mais forte do que nunca. Tenho certeza de que o Thomas Bach, atleta medalha de ouro em Montreal 1976, está plenamente preparado para nos liderar neste momento de dificuldade”, completa Paulo Wanderley.

Desde o início da pandemia, o COB tem priorizado a saúde e o bem-estar dos atletas brasileiros e colaboradores do Comitê. Ha uma semana, a entidade cancelou eventos públicos e preparatórios para os Jogos e determinou na terça-feira o fechamento total do CT Time Brasil.





Veja Também
19/01/21 13:15 Judô despede-se de Shigueto Yamasaki, árbitro brasileiro em quatro Jogos Olímpicos 16/01/21 12:56 Judô brasileiro se despede do grande mestre Shuhei Okano 13/01/21 09:11 Beatriz Souza e David Moura terminam em 7º lugar, melhor resultado do judô brasileiro no World Masters de Doha 12/01/21 15:11 Silvio Acácio Borges é empossado no Conselho de Administração do Comitê Olímpico do Brasil 12/01/21 12:29 Seleção brasileira tentará reação no último dia do World Masters de Doha 11/01/21 11:06 Daniel Cargnin é o melhor brasileiro no primeiro dia do World Masters, em Doha 06/01/21 12:56 Federação Internacional de Judô confirma calendário 2021 com cinco Grand Slam e um Mundial até Tóquio 05/01/21 14:25 CBJ abre primeira janela de transferências interestaduais de 2021 05/01/21 10:20 A 200 dias de Tóquio, judocas se apresentam em Pindamonhangaba para concentração visando ao World Masters de Doha 21/12/20 22:11 Nota oficial - Rafaela Silva
PATROCINADORES
PATROCINADOR OFICIAL
FORNECEDOR OFICIAL
Apoio
PARCEIROS DE MÍDIA
Apoio
Travel Ace Assistance
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB