Voltar para o topo

Notícias

01/09/21 17:50

COB amplia Programa Esporte Seguro para envolver organizações e comunidade esportiva do país

Entidades receberão suporte do COB para implementar ações de enfrentamento com o objetivo de tornar o esporte um lugar ainda mais seguro e ético

No Dia do Profissional de Educação Física, o esporte brasileiro ganhou um presente. Nesta quarta-feira, dia 1º, em um encontro on-line que reuniu mais de 200 pessoas, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) apresentou o ‘Programa Esporte Seguro para Organizações’. Através do Instituto Olímpico Brasileiro (IOB), área de Educação da entidade, a iniciativa visa envolver toda a comunidade esportiva nacional e disseminar informações para contribuir com uma cultura de prevenção, reconhecimento, enfrentamento e adoção de boas práticas no ambiente esportivo. 

“Esse é um momento especial para o COB e para o Movimento Olímpico. Durante os últimos anos, realizamos diversas ações para a promoção do Esporte Seguro. Agora, ampliamos nossa atuação e criamos este Programa voltado às instituições esportivas de todo o país. Com isso, mais uma vez, o COB reafirma o seu compromisso com o esporte brasileiro, que não se dá apenas nas quadras, pistas, piscinas, campos e tatames. O esporte também se faz de informação, ética, respeito, amizade, excelência”, afirmou o diretor-geral do COB, Rogério Sampaio. “O COB acredita que a comunidade esportiva só tem a ganhar com um ambiente mais saudável e ético. Vamos seguir juntos criando um ambiente seguro para todos da comunidade do esporte”, completou o campeão olímpico de judô em Barcelona 1992, que também fez uma saudação especial aos profissionais de Educação Física pela data comemorativa.

O Programa Esporte Seguro apoiará as organizações e toda a comunidade esportiva, difundindo amplamente a discussão de temas importantes como: assédio, abuso, racismo, ética, entre outros. A ideia é incentivar e envolver todos os agentes do esporte brasileiro e disponibilizar às organizações esportivas, documentos, cursos, campanhas educativas, folders e informações diversas sobre os assuntos relativos ao programa. 

“O COB tem nos atletas o centro de suas ações e busca sempre dar todo o suporte para que possam treinar, competir e representar de forma saudável e segura. Por isso, acreditamos que a comunidade esportiva só tem a ganhar com um ambiente mais saudável. Com o Programa Esporte Seguro, convidamos a todos os agentes do esporte a unir forças para termos um ambiente cada vez mais justo e igualitário. Queremos que todos contribuam para uma cultura de prevenção, reconhecimento e enfrentamento e adoção de boas práticas no ambiente esportivo. Estamos muito motivados para unir esforços, todos juntos por um esporte seguro. A partir do conhecimento, trabalhamos muito mais nas ações de prevenção.”, destacou Soraya Carvalho, gerente do Instituto Olímpico Brasileiro, que apresentou um panorama com dados sobre as situações envolvendo abuso, assédio, racismo e ética no esporte no mundo.

O COB incentivará campanhas educativas nas organizações sobre os temas do Esporte Seguro e dará subsídio e orientações às organizações para implementar ações efetivas de segurança no esporte, provendo informação, conhecimento e incentivando a criação de canais de denúncia, a disseminação da informação, a realização de treinamentos, entre outros. As organizações interessadas em participar do Programa Esporte Seguro para Organizações devem entrar em contato com o COB.

Desde que o COB implementou, em 2018, sua Política de Prevenção de Enfrentamento do Assédio e Abuso Moral e Sexual, muitas ações foram colocadas em prática. Atualmente, mais de 10 mil pessoas já participaram das ações do COB sobre os temas de ética, prevenção e enfrentamento da violência, assédio, abuso e racismo. Os cursos de Prevenção e Enfrentamento do Assédio e Abuso no Esporte, com a edição para adultos, lançada em março de 2020, e a edição Abuso e Assédio Fora de Jogo – para jovens, desde fevereiro de 2021, e o Curso Esporte Antirracista: Todo Mundo Sai Ganhando, inaugurado em abril deste ano, foram obrigatórios para atletas e membros de delegação que participaram dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.





Veja Também
03/12/21 15:24 CBJ homenageia seleção paralímpica de Tóquio com promoção de graduação 02/12/21 15:27 Seletiva Nacional Paris 2024 - Entenda os critérios de participação 29/11/21 14:37 Circuito Mundial - Judô brasileiro fecha temporada 2021 com ouro e bronze no Grand Slam de Abu Dhabi 29/11/21 14:12 Judô brasileiro finaliza Pan de Cali com 11 medalhas e cinco vagas em Santiago 2023 26/11/21 19:36 Brasileiro Sênior - Com três ouros, Rio Grande do Sul é campeão geral no masculino 26/11/21 16:26 Brasileiro Sênior - Alagoas e Rio Grande do Sul conquistam primeiros ouros 25/11/21 18:47 Abu Dhabi - Brasil tem três judocas no Grand Slam de Abu Dhabi, que fecha o Circuito Mundial em 2021 25/11/21 17:32 Cali 2021 - GUIA DO JUDÔ NOS JOGOS PAN-AMERICANOS SUB-21 24/11/21 19:31 CBJ promove palestra sobre integridade no esporte aos atletas, técnicos, árbitros e staff do Brasileiro Sênior 23/11/21 18:37 Minas Gerais fatura quatro ouros e é campeão geral da etapa feminina do Campeonato Brasileiro Sênior de Judô 2021
PATROCINADOR MASTER
PATROCINADOR OFICIAL
FORNECEDOR OFICIAL
PARCEIROS DE MÍDIA
 
Apoio
Travel Ace Assistance
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB