Voltar para o topo

Notícias

20/04/22 14:00

Brasil tem três árbitras e um árbitro promovidos à classe Continental

Kamila Lemos, Bruna Neves, Erika Damasceno e Leonardo Arashiro foram aprovados no exame realizado em Lima, Peru, durante o Campeonato Pan-Americano e de Oceania Sub-18 e Sub-21

Não foram só os atletas das equipes de transição do Brasil que fizeram bonito no Campeonato Pan-Americano e de Oceania realizado em Lima, Peru, no último final de semana. Além das 31 medalhas conquistadas no tatame pelos judocas brasileiros, o país teve mais quatro judocas brilhando na arbitragem do evento. As árbitras Kamila Lemos, Bruna Neves e Erika Damasceno ao lado do árbitro Leonardo Arashiro foram aprovados no exame para a classe Continental e agora estarão aptos a atuar em eventos como pan-americanos e sul-americanos.  

Os quatro prestaram exame durante as competições, sendo observados de perto pelo diretor de arbitragem da Federação Internacional de Judô, Florin Daniel Lascau. Eles arbitraram diversas lutas nas fase preliminares e também foram escalados para atuar nas fases finais, o que indica bom desempenho.  

Além da prova prática no evento, os árbitros passaram também por provas teóricas e de língua estrangeira (inglês/espanhol) para receberem o distintivo da FIJ de Árbitro Continental. Esse é um passo importante para os profissionais da arbitragem que almejam chegar ao próximo nível na arbitragem, a classe FIJ A (Árbitro Internacional), que pode atuar em eventos internacionais como Grand Slam, Mundiais e Jogos Olímpicos.  

O grupo aprovado neste exame representa o esforço da CBJ com políticas de promoção de equidade de gênero e também com o processo contínuo de formação e renovação da arbitragem internacional, já que a média de idade dos quatro aprovados é de 35 anos. Kamila Lemos, de 28 anos, é a mais jovem do grupo.  

Exame para FIJ A

Outros dois brasileiros participaram dos exames para a categoria FIJ A, a mais alta da arbitragem internacional, durante o Campeonato Pan-Americano e de Oceania Sênior, que aconteceu também em Lima, nos dias 15, 16 e 17. Márcio Gomes (RO) e Luiz Emilio Villanueva (MS) foram aprovados e conseguiram a chancela FIJ A.   

Perfis - Continental:  

Erika Damasceno Cesar, 5º Dan, 39 anos, FEMEJU 

“Ser Árbitra Continental significa ter mais responsabilidade que me possibilita a arbitrar competições oficiais da IJF e estar mais próxima do grande sonho de ser Árbitra Internacional FIJ A. O maior desafio foi vencer a ansiedade , bem como conseguir o montante necessário para estar no evento, mas com ajuda incondicional da Minha Família, Entidade maior CBJ minha federação (Femeju) e meus padrinhos (André Mariano e Bruno Ramos), e amigos através de rifa isso foi possível."

Leonardo Pontes Arashiro, 5º Dan, 43 anos, FPJUDO 

“Me dedico à arbitragem desde 1995, e a minha promoção a árbitro continental é um passo muito importante para o sonho de todo e qualquer árbitro  que é um dia se tornar árbitro internacional. Meu maior desafio foi em manter a calma durante o exame, pois foram muitos anos de dedicação para chegar até aqui.” 

Bruna Medeiros Neves, 4º Dan, 31 anos, FJERJ 

“Significa a conquista da possibilidade de realização de um sonho maior em prol do judô, após anos de dedicação, estudos, abdicação da família e muita superação. Dentre as maiores dificuldades cito a abdicação da família em muitos momentos e o alto custo de investimento na carreira.” 

Kamila Elisabete Lemos, 3º Dan, 28 anos, FCJ 

"Significa a realização de um trabalho árduo durante anos e a possibilidade de atingir novos sonhos e objetivos, buscando transmitir ensinamentos e benefícios para o judo brasileiro. Foram vários desafios que dificultaram a realização dessa conquista, como a busca dos recursos para a realização do mesmo antes do evento e até ter que viver o estresse e a preocupação de estar com a bagagem extraviada fora do meu país. Mas tenho a sorte de ter amigos e parceiros do judô que me ajudaram em todo o processo, superando todas as adversidades. E minha família que sempre está do meu lado."





Veja Também
14/08/22 20:36 AO VIVO - CBI - TROFÉU BRASIL DE JUDÔ 2022 14/08/22 18:55 Brasil cai para Alemanha no bronze e termina em quinto lugar no Mundial por Equipes Sub-21 13/08/22 19:04 Beatriz Freitas é vice-campeã mundial júnior e Brasil fecha individual com duas pratas 12/08/22 17:36 Elite do judô brasileiro disputa Troféu Brasil e Grand Prix Nacional de Judô na próxima semana, em Belo Horizonte 12/08/22 15:43 Guilherme Morais vai às oitavas do Mundial Júnior e tem o melhor desempenho do Brasil no terceiro dia de competição 11/08/22 16:58 Kaillany Cardoso (63kg) conquista a prata no Mundial Júnior, primeira medalha do Brasil na competição 10/08/22 16:57 Aléxia Nascimento e Michel Augusto ficam em quinto lugar no primeiro dia do Mundial Júnior 09/08/22 17:23 Em homenagem surpresa, presidente Silvio Acácio Borges recebe promoção ao 8º Dan 09/08/22 15:31 CBJ homenageia Aurélio Miguel com a comenda da Ordem do Mérito 09/08/22 14:36 Comunicado - Transmissão do Campeonato Brasileiro de Veteranos
PATROCINADOR OFICIAL
 
Apoio
Travel Ace Assistance CBC
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB