Voltar para o topo

Notícias

26/07/21 01:11

TÓQUIO 2020 - Eduardo Katsuhiro para em francês na primeira rodada e se despede dos Jogos

Brasileiro teve ponto revisado pelo vídeo e bateu na chave de braço aplicada pelo francês no 3º dia em Tóquio

Tóquio, 26 de julho - No terceiro dia das disputas olímpicas do judô, o Brasil foi representado no tatame da Nippon Budokan pelo peso leve Eduardo Katsuhiro Barbosa. Em sua estreia nos Jogos Olímpicos, o judoca brasileiro parou na primeira rodada, batendo na chave de braço aplicada pelo francês Guillaume Chaine.  

Katsuhiro chegou a projetar Chaine antes de levar a chave e o lance precisou ser revisado pela arbitragem no vídeo replay. Os juízes não validaram o waza-ari que daria a vitória ao brasileiro no Golden score e confirmaram a vitória do francês com a finalização no braço.  

“Foi meio duvidoso, mas acreditei que tivesse sido um ponto ali. Foi um milésimo de segundo que tirei a atenção da luta pensando que fosse meu ponto, mas o judô é isso aí. Milésimo de segundo decide a luta”, explicou após o combate em entrevista ao Sportv. 

Natural de Registro, São Paulo, Dudu veio morar no Japão ainda criança e cresceu na cidade de Hamamatsu, onde a seleção brasileira se hospedou para a fase de aclimatação antes dos Jogos. A conexão com o Japão e a oportunidade de lutar os Jogos Olímpicos na sua “segunda casa” é o que ele levará de melhor lembrança desses Jogos.  

“Cresci aqui no Japão, e lutar as Olimpíadas aqui foi muito especial para mim, é minha segunda casa. Queria voltar com a medalha no peito, não deu dessa vez, mas acredito que consegui trazer muita alegria para as pessoas que vêm me apoiando, amigos e professores no Japão e no Brasil. Saio com a cabeça erguida”, finalizou.  

Na chave feminina do peso Leve (57kg), cuja atual campeã olímpica é a brasileira Rafaela Silva, o Brasil não teve representantes.  

Quarto dia terá retorno de Ketleyn Quadros e estreia de Eduardo Yudy Santos  

Na madrugada de segunda para terça-feira, o judô brasileiro voltará a ter dois atletas em ação na Budokan. O quarto dia de disputas marcará o retorno da medalhista olímpica em Pequim 2008, Ketleyn Quadros, e a estreia de Eduardo Yudy Santos, que também lutará “em casa” no Japão. Ele é filho de brasileiros e nasceu em Ibaraki, Japão. Em 2014, voltou ao Brasil e entrou para a equipe Júnior nacional até chegar ao time principal.  

As preliminares começam sempre às 23h e as finais serão às 5h, no horário de Brasília.





Veja Também
20/09/21 11:48 Brasil vai com oito novatos para o Grand Prix de Zagreb, primeira competição do judô pós-Tóquio 17/09/21 17:27 Daniel Cargnin participa de live de lançamento do Curso Formando Campeões para o Esporte e para a Vida, do COB 16/09/21 09:50 Em reunião semanal, presidência da CBJ alinha próximos passos do Programa de Apoio às Federações 15/09/21 11:26 Conselho de Administração aprova atualização do Código de Conduta Ética da CBJ 10/09/21 10:15 Nota de Pesar - André Matos Santiago 09/09/21 16:27 Colaboradores da CBJ recebem treinamento sobre integridade 09/09/21 14:48 Em webinar promovido pela CBJ, árbitros olímpicos vão analisar lances que marcaram o judô em Tóquio 01/09/21 17:57 Flamengo reforça elenco no judô com a campeã olímpica Rafaela Silva 01/09/21 17:50 COB amplia Programa Esporte Seguro para envolver organizações e comunidade esportiva do país 30/08/21 17:47 Competições estaduais aquecem o clima para a retomada dos eventos nacionais
PATROCINADOR MASTER
PATROCINADOR OFICIAL
FORNECEDOR OFICIAL
PARCEIROS DE MÍDIA
 
Apoio
Travel Ace Assistance
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB