Voltar para o topo

Notícias

07/03/21 14:53

Beatriz Souza é vice-campeã do Grand Slam de Tashkent

Pesado brasileira venceu três adversárias nas preliminares e parou na campeã mundial Akira Sone, do Japão, na final deste domingo, no Uzbequistão

Bia e Rosicleia Campos, coordenadora técnica da seleção feminina do Brasil. Foto: CBJ Bia e Rosicleia Campos, coordenadora técnica da seleção feminina do Brasil. Foto: CBJ

A peso pesado Beatriz Souza garantiu um pódio para o judô brasileiro no Grand Slam de Tashkent, no Uzbesquistão, neste domingo, 07, conquistando a medalha de prata em sua categoria. Em ótima forma nas preliminares, Bia venceu três adversárias por ippon, a pontuação máxima do judô, e só parou na campeã mundial Akira Sone, do Japão, em confronto definido nas punições (3 a 2). Além dela, o Brasil ainda teve Larissa Pimenta (52kg) e Ellen Santana (70kg) nas disputas por medalhas nos outros dias de evento, mas ambas terminaram em quinto lugar após perderem as lutas pelo bronze. E Jéssica Pereira (57kg) também ficou entre as oito melhores de sua categoria, chegando até a repescagem.  

Atual número 8 do mundo no pesado feminino, Beatriz é uma das principais revelações das categorias de base do judô brasileiro neste ciclo olímpico. Aos 22 anos, a judoca já faturou 7 medalhas em etapas de Grand Slam e briga ponto a ponto pela vaga olímpica em Tóquio com a experiente Maria Suelen Altheman, atual número 2 do ranking mundial. As duas são as responsáveis pelas únicas medalhas do Brasil até o momento no Circuito Mundial. Há duas semanas, Suelen foi bronze no Grand Slam de Tel Aviv, em Israel.  

O caminho de Beatriz em Tashkent começou com vitória por ippon sobre a espanhola Sara Alvarez. A brasileira continuou impondo seu judô e bateu mais uma adversária dura nas quartas-de-final, a russa Anzhela Gasparian, para chegar à semifinal, onde venceu a tunisiana Nihel Cheikh Rouhou.  

Na luta pelo ouro, Bia teve a rara oportunidade de confrontar a titular do Japão já confirmada para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 adiados para 2021. Com todas as vagas já garantidas por ser o anfitrião desta edição, o Japão se isolou durante a pandemia e não vinha escalando seu time principal para as competições até Tashkent, quando trouxe a maioria dos judocas que estarão em Tóquio.  

Sone é a atual campeã mundial sênior e uma das principais apostas de medalha da forte equipe japonesa. Mas, a brasileira não se deixou abalar pelas credenciais da adversária e conseguiu equilibrar a luta dominando a pegada. Ambas foram punidas por falta de combatividade logo no início e Bia ainda levou uma segunda punição. Reagiu e empatou os shidos, mas a arbitragem viu mais uma terceira irregularidade da brasileira e definiu a campeã nas penalidades dando o ouro ao Japão.  

“Essa medalha é muito importante para mim. Mostra como a minha dedicação, meu trabalho nos treinos estão dando certo. Sobre fazer esse randori com a Sone, que vai estar em Tóquio, eu vejo que estou no caminho certo, me preparando cada vez mais e, chegar lá, a história vai ser outra”, analisou Beatriz após subir ao pódio em seu primeiro Grand Slam no ano olímpico.  

A seleção brasileira de judô retorna ao Brasil nesta segunda e já na próxima sexta-feira, 12, os judocas embarcarão para treinamentos de campo internacionais na Albânia e na Geórgia em preparação para os próximos Grand Slam: Tbilisi e Antalya.   

RESULTADOS COMPLETOS DO GRAND SLAM DE TASHKENT





Veja Também
17/04/21 18:15 Judô brasileiro tem dobradinhas no 48kg e 57kg, e fecha Open de Guadalajara com sete medalhas 16/04/21 23:19 Brasil conquista mais sete pódios e é campeão geral do Campeonato Pan-Americano Sênior de Guadalajara 15/04/21 20:31 GUADALAJARA 2021 - Brasil conquista três ouros, duas pratas e dois bronzes no primeiro dia de Pan-Americano 15/04/21 12:57 ASSISTA AO VIVO - Dia 1 do Campeonato Pan-Americano Sênior de Guadalajara 13/04/21 17:51 Judô em destaque na programação especial do Canal Olímpico do Brasil a 100 dias de Tóquio 13/04/21 16:41 ENTREVISTA - Mayra Aguiar 12/04/21 14:22 Nota de pesar - José Marcelo Moreira Frazão, presidente da FECJU (CE) 12/04/21 11:27 Seleção brasileira de judô disputa o Campeonato Pan-Americano a partir desta quinta-feira, 15 11/04/21 08:56 Nota de Esclarecimento 08/04/21 16:47 Silvio Acácio Borges celebra posse como presidente para o mandato 2021-2025 à frente da CBJ
PATROCINADORES
PATROCINADOR OFICIAL
FORNECEDOR OFICIAL
Apoio
PARCEIROS DE MÍDIA
Apoio
Travel Ace Assistance
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB