Voltar para o topo

Notícias

12/01/21 12:29

Seleção brasileira tentará reação no último dia do World Masters de Doha

Após dois dias sem pódios, judô brasileiro terá mais sete atletas lutando nesta quarta, 13, em busca das primeiras medalhas no Catar

O medalhista olímpico Rafael Silva luta nesta quarta. Foto: Marina Mayorova/IJF O medalhista olímpico Rafael Silva luta nesta quarta. Foto: Marina Mayorova/IJF

Após dois dias sem pódios nas categorias mais leves e intermediárias, o judô brasileiro chega ao último dia do World Masters de Doha, no Catar, buscando uma reação para conseguir as primeiras medalhas do ano no Circuito Mundial. Para isso, a seleção contará com sete atletas em quatro categorias. O Masters reúne os 36 melhores do mundo em cada categoria, o que torna a competição uma das mais fortes do circuito. 

Nas chaves masculinas, Rafael Macedo (90kg) vai encarar Altanbagana Gantulga, da Mongólia, na estreia. O mongol foi prata no Grand Slam da Hungria, em outubro, e ocupa a 23ª posição no ranking mundial. Macedo é o número 14.  

Nas demais categorias, o Brasil terá dobradinhas. No meio-pesado masculino, as chances ficam com Rafael Buzacarini, que encara Elmar Gasimov, do Azerbaijão, atual vice-campeão olímpico, e Leonardo Gonçalves, que estreia contra o campeão pan-americano, Shady Elnahas, do Canadá.  

Nos pesados, Rafael Silva vai lutar contra IIurii Krakovetskii (KGZ) e ainda tem o francês Teddy Riner na mesma chave. Já David Moura, estreará contra o sul-coreano Sungmin Kim.  

No pesado feminino, tanto Beatriz Souza (+78kg), quanto Maria Suelen Altheman (+78kg) são cabeças-de-chave e saíram de bye no sorteio, aguardando as adversárias que saírem das primeiras rodadas.  

Resultados desta terça-feira, 12  

Nesta terça, os cinco judocas brasileiros que lutaram em Doha caíram nas primeiras lutas. Retornando de uma cirurgia na coxa, a meio-médio Alexia Castilhos (63kg) não passou pela venezuelana Anriquelis Barrios, que avançou na chave e terminou em quinto lugar. Na mesma categoria, Ketleyn Quadros (63kg) parou em Sanne Vermeer, da Holanda, que derrotou Barrios na disputa pelo bronze.  

No 70kg, Maria Portela conseguiu impor dois shidos em Aoife Coughlan, da Austrália, mas sofreu o revés no Golden Score sofrendo três punições.  

No masculino, Eduardo Katsuhiro (73kg) perdeu para o campeão mundial Changrin An, da Coréia do Sul, que terminou a competição com o ouro, batendo o japonês Soichi Hachimoto na final.  

Eduardo Yudy Santos (81kg) não passou pelo italiano Antonio Esposito. 

Essa é a primeira competição do judô em 2021. Até o Jogos Olímpicos haverá mais cinco etapas de Grand Slam, um continental e um Campeonato Mundial, todos qualificatórios para as Olimpíadas. 

 

Programação 

 

4h - Preliminares

11h - Finais

Ao vivo - live.ijf.org 






Veja Também
07/03/21 14:53 Beatriz Souza é vice-campeã do Grand Slam de Tashkent 06/03/21 19:12 Com maioria dos votos, Silvio Acácio Borges é reeleito presidente da CBJ para o próximo ciclo olímpico 06/03/21 11:19 ACOMPANHE AS ELEIÇÕES DA CBJ 05/03/21 12:53 Larissa Pimenta fica em 5º e Jéssica Pereira em 7º no primeiro dia de Tashkent 03/03/21 10:09 Eleições CBJ - Nova composição da chapa Resgate à União do Judô 01/03/21 12:49 Seleção embarca para o Uzbequistão rumo ao Grand Slam de Tashkent 26/02/21 13:59 Zempo, sistema de gestão da CBJ, passa por atualização e ganha novas funcionalidades 24/02/21 17:11 Nota de pesar - Francisco de Carvalho Filho 20/02/21 14:14 Maria Suelen Altheman conquista a medalha de bronze no último dia de Grand Slam de Tel Aviv 19/02/21 17:02 ELEIÇÕES CBJ - Conheça as chapas registradas no pleito para a presidência da CBJ
PATROCINADORES
PATROCINADOR OFICIAL
FORNECEDOR OFICIAL
Apoio
PARCEIROS DE MÍDIA
Apoio
Travel Ace Assistance
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB