Voltar para o topo

Notícias

20/10/20 17:34

Nacional de Judô Funcional - conheça as seleções estaduais que lutarão pelo título inédito na nova competição da CBJ

21 estados estão escalados para a disputa que se inicia no dia Mundial do Judô, em 28 de outubro

Estão escaladas as seleções estaduais que irão disputar a primeira edição do Nacional de Judô Funcional. Na data que marca o Dia Mundial de Judô, em 28 de outubro, judocas de 21 estados iniciarão suas participações no torneio online inédito na história da CBJ. Com novas regras e um novo formato de disputa, os atletas se unirão em equipes para representar suas federações e conquistar medalhas.

Dividida por equipes mistas (masculino e feminino), a competição será disputada pelas classes Sub-13, Sub-15, Sub-18, Sub-21, Sênior, Veteranos 1 e Veteranos 2. Cada confronto será disputado por duas seleções estaduais com quatro atletas cada, da mesma classe de idade. Avançará de fase a equipe com mais atletas vencedores em cada rodada.

CONFIRA AQUI A ESCALAÇÃO DAS SELEÇÕES ESTADUAIS  PARA O NACIONAL DE JUDÔ FUNCIONAL 

Buscando um título inédito para seu estado, as federações estaduais realizaram etapas seletivas para escalar suas seleções e analisaram, abaixo, a importância da competição para a comunidade do Judô e suas expectativas para a disputa.

#JuntosSomosMaisFortes

“Estamos muito felizes com a iniciativa da CBJ na realização do evento. Mais satisfeitos ficamos também quando lembramos que foi um dos nossos integrantes e coordenador de veteranos, o Sensei Alexandre Leocádio, um dos idealizadores das primeiras impressões do que hoje é o Nacional de Judô Funcional. A sensação é que somos parte da ideia e prova irrefutável de que a CBJ está aberta às nossas sugestões, abraçando as boas ideias que surgem de suas federações filiadas”, elogiou Gláucio Mendonça, Coordenador Técnico da Federação de Judô do Amazonas.

O orgulho de representar seu estado

 “A comunidade do Judô Rio está unida em prol dessa competição, investindo seu tempo e conhecimento para chegarmos nessa competição bem preparados para representar o Estado do Rio de Janeiro nesse primeiro evento pós-pandemia, que temos certeza de que será um sucesso”, destacou Jucinei Costa, presidente da Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro.

O espírito do Jita Kyoei - Prosperidade e Benefícios Mútuos

“Realizar um Campeonato em meio a um momento tão delicado para todos nós, e ainda continuar fomentando a prática do Judô nos Estados é um trabalho árduo, mas que trouxe resultados positivos em prol do nosso esporte. Agradecemos a todos os envolvidos nesta iniciativa que acreditaram que mesmo longe poderíamos estar Juntos e Bem”, enfatizou Luiz Iwashita, presidente da Federação Paranaense de Judô.

Uma nova experiência

"Esse evento é um marco, pois ele é muito diferente daquilo que viveríamos no nosso dia a dia. E acho que não só um marco, mas uma oportunidade que se abre para os atletas que talvez não tivessem condições de almejar participar de um evento a nível nacional, de conseguir uma premiação a nível nacional. É um evento que, embora tenha nascido em um momento muito difícil, eu acho que ele vai ser muito positivo”, ressaltou Moises Penso, presidente da Federação Catarinense de Judô.

O aprimoramento constante

“Assim, o caminho suave se renova e adapta à atual situação. Com a adoção da modalidade "funcional", que se revela como mais uma das muitas variações da prática do judô. Criando oportunidades aos atletas de todos os níveis, iniciantes, competidores e veteranos, para disputarem em condições de igualdade e dentro de suas próprias condições físicas e níveis técnicos. E, ainda, incentivando os judocas brasileiros de todas as classes e categorias, a continuarem buscando cada vez mais, o aprimoramento de seu condicionamentos físico”, disse Jaciano Delmiro, presidente da Federação Pernambucana de Judô.

Manter a comunidade do Judô ativa

“A expectativa é que seja uma boa competição. Os participantes estão todos entusiasmados. A FGJ também tem uma boa expectativa, de uma competição diferente. Vai ser algo bem bacana, na medida do que se tem hoje: manter o pessoal próximo, ativo e, principalmente, dentro do judô”, indicou César Cação, presidente da Federação Gaúcha de Judô.





Veja Também
25/11/20 16:27 Sorteio define os primeiros confrontos da Copa Brasil Interclubes de Judô 25/11/20 11:33 Conheça os atletas escalados para a disputa da Copa Brasil Interclubes de Judô 23/11/20 15:33 Copa Brasil Interclubes de Judô terá torcida virtual com acesso a imagens exclusivas da competição 22/11/20 15:29 Brasil bate Cuba por 4 a 3 e conquista o título do Pan-Americano de judô por equipe 21/11/20 23:45 Maria Portela e Maria Suelen são campeãs e Brasil lidera quadro geral de medalhas do Pan de Judô 21/11/20 18:06 Cargnin e Takabatake são campeões em primeiro dia com seis medalhas para o Brasil no Pan de Judô 19/11/20 21:49 RESULTADOS FINAIS - NACIONAL DE JUDÔ FUNCIONAL CBJ 2020 18/11/20 12:50 Seleção brasileira de judô disputa Campeonato Pan-Americano, no México, neste final de semana 18/11/20 12:31 Reaberto há quatro meses, Centro de Treinamento do COB segue como “refúgio” para atletas brasileiros 13/11/20 14:03 Seleção conclui treinamento de campo preparatório para o Pan-Americano de Guadalajara
PATROCINADORES
PATROCINADOR OFICIAL
FORNECEDOR OFICIAL
Apoio
PARCEIROS DE MÍDIA
Apoio
Travel Ace Assistance
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB