Voltar para o topo

Notícias

13/01/20 15:14

Árbitros brasileiros participam do Seminário Internacional de Arbitragem, Esporte e Educação da FIJ, em Doha

Os árbitros Laedson Godoy, Jeferson Vieira, André Mariano e Edison Minakawa representaram o Brasil no evento

Os árbitros brasileiros Laedson Godoy, Jeferson Vieira, André Mariano e Edison Minakawa no Seminário de Doha Os árbitros brasileiros Laedson Godoy, Jeferson Vieira, André Mariano e Edison Minakawa no Seminário de Doha

Na reta final de preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, a Federação Internacional de Judô realiza, nesta semana, em Doha, no Catar, o Seminário Internacional de Arbitragem, Esporte e Educação. O evento, realizado anualmente, reuniu treinadores, árbitros e atletas de diversos países para discutir as regras do judô, visando à padronização dos critérios de arbitragem. O Brasil foi representado no Seminário pelos árbitros FIJ A Laedson Godoy, Jeferson Vieira, André Mariano e Edison Minakawa, Coordenador Nacional de Arbitragem.

ASSISTA AO SEMINÁRIO AQUI

Representantes de 90 países estiveram presentes para a debater os rumos dos regulamentos esportivos e educacionais do judô paras as próximas competições IJF.

Com a ajuda da tecnologia, através da apresentação de vídeos com situações de lutas dos eventos da FIJ em 2019, uma grande variedade de regras foi ilustrada e analisada, buscando proporcionar aos árbitros uma alta taxa de acerto em suas decisões, para que se atinja o resultado correto.

“Nos últimos três dias, estivemos preparando o programa para incluir muita discussão e padronizar ainda mais os critérios para todas as regras. O judô é sempre complicado, mas faremos o nosso melhor. A preparação para nossos futuros árbitros olímpicos é muito difícil, mas o nível de arbitragem em Tóquio, nos Jogos Olímpicos, deve ser excelente”, declarou Juan Carlos Barcos, diretor de arbitragem da FIJ.

Além da discussão acerca dos métodos de arbitragem, no segundo dia de evento (12), os convidados participaram de uma série de palestras da comissão de educação sobre assuntos como ética, antidoping e a regra 50 de Tóquio - regra que proíbe os atletas de realizarem manifestações políticas durante a competição.





Veja Também
27/01/20 11:31 Judô brasileiro disputará Abertos de Odivelas e Sófia em preparação para o Grand Slam de Paris 25/01/20 14:35 Judô brasileiro fecha Grand Prix de Tel Avi em grande estilo com mais três medalhas neste sábado, 25 24/01/20 23:16 Nota oficial - Rafaela Silva 24/01/20 16:12 Presidente e gestores da CBJ prestigiam Shotyugueiko de Bastos 24/01/20 11:20 Eduardo Yudy vence Dominic Ressel com belo ippon e conquista segundo bronze do Brasil no Grand Prix de Tel Aviv 23/01/20 10:41 Daniel Cargnin vence israelense na disputa pelo bronze de Tel Aviv e fatura a primeira medalha do judô brasileiro em 2020 22/01/20 17:13 CBJ e Forças Armadas alinham planejamento técnico das equipes de judô para 2020 22/01/20 11:05 Após treinos na Europa, Judô brasileiro estreia no Grand Prix de Tel Aviv, nesta quinta, em busca das primeiras medalhas de 2020 21/01/20 17:36 Treinamento de campo Sub-21 promove intercâmbio entre brasileiros, franceses e argentinos, em São Paulo, nesta semana 16/01/20 13:46 Tashkent, no Uzbequistão, sediará o Campeonato Mundial Sênior de Judô 2021
PATROCINADORES
PATROCINADOR OFICIAL
FORNECEDOR OFICIAL
Apoio
PARCEIROS DE MÍDIA
Apoio
Travel Ace Assistance
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB