Voltar para o topo

Notícias

09/01/20 16:01

Caloura em Mittersill, judoca das categorias de base do Brasil relata primeiras impressões do treino mais "casca-grossa" da Europa

Meio-médio Samara Oliveira está em processo de transição do Sub-21 para o Sênior e aproveita oportunidade para treinar com as melhores do mundo

Troca de experiências no tatami com Maria Portela (70kg) e Tina Trstenjak (63kg/SLO), campeã olímpica em 2016. Foto: Divulgação/CBJ Troca de experiências no tatami com Maria Portela (70kg) e Tina Trstenjak (63kg/SLO), campeã olímpica em 2016. Foto: Divulgação/CBJ

O ano de 2020 começa de forma especial para uma judoca brasileira de 20 anos que encara, pela primeira vez, o duro Treinamento de Campo de Mittersill, na Áustria. Samara Oliveira, meio-médio do Esporte Clube Pinheiros, é uma das calouras da delegação brasileira no camping de pré-temporada mais "casca-grossa" da Europa. Nos próximos dias, o desafio será dividir o dojô com mais de mil judocas e sobreviver às dezenas de randoris com os melhores do mundo. Uma oportunidade única para quem busca, um dia, ser um deles.  

“Está sendo meu primeiro treinamento internacional sênior e vai ser ótimo para dar uma base bem forte para esta temporada. A qualidade e a intensidade das atividades me chamaram atenção. São meninas bem mais experientes, com um judô bastante apurado. Vou aproveitar a oportunidade para evoluir mais ainda, com certeza”, afirmou a novata que, além de observar de perto as principais judocas da sua categoria, como a campeã olímpica Tina Trstenjak (SLO) e a tetracampeã mundial Clarisse Agbegnenou (FRA), tem buscado também orientações com as judocas brasileiras da equipe principal.

“Admiro muito a Ketleyn Quadros e a Mariana Silva. Fico na cola delas em busca de orientações. Elas são do meu peso (63kg). Sempre me dão dicas e me auxiliam quando luto com outras atletas mais fortes do meu peso. Tem sido muito importante para mim, que estou chegando agora na classe sênior. A Maria Portela (70kg) é outra judoca que admiro muito e que busco informações com ela, mesmo sendo uma categoria acima. Ela é muito experiente e me identifico com alguns golpes que ela utiliza”, aponta a atleta.

Além de Samara, outros 12 judocas da classe Sub-21 viajaram com a equipe principal para o treinão de inverno. O intercâmbio é uma das estratégias do programa de transição desenvolvido pela Confederação Brasileira de Judô em parceria com clubes e federações que visa facilitar o processo de mudança de classe - do Júnior para o Sênior - e, assim, alimentar a renovação constante da seleção brasileira de judô.

Atletas como Daniel Cargnin (66kg), Rafael Macedo (90kg), Leonardo Gonçalves (100kg), Larissa Pimenta (52kg) e Beatriz Souza (+78kg) são os exemplos mais recentes de judocas que passaram por esse processo e hoje integram a equipe principal do Brasil. 

Foco nas competições europeias

A preparação em Mittersill servirá como base para as disputas das primeiras competições do ano, que serão na Europa. Primeiro, o Grand Prix de Tel Aviv, em janeiro, seguido pelo Aberto Europeu de Odivelas e o Grand Slam de Paris, ambos em fevereiro.

Campeões do reality "Ippon", produzido pela TV Globo, Bradesco e CBJ, Samara e Guilherme Schimidt (81kg/Minas Tênis Clube) ganharam como prêmio uma convocação para o Grand Slam francês.

Dessa forma, concluído o período de treinos, o foco dos dois estará nas primeiras oportunidades de medalhas do ano. Principalmente no Grand Slam de Paris, mais uma experiência inédita para os calouros. É a chance de começar 2020 com bons resultados na bagagem.

“Estou correndo atrás da minha evolução para iniciar esta nova fase de forma bem positiva. Tenho competições importantes pela frente. Quero estar muito bem preparada para conseguir bons resultados, principalmente no Aberto de Odivelas, em Portugal, e no Grand Slam de Paris, na França. Fazer parte da seleção neste período tão importante do ano olímpico significa muito para mim”, concluiu a atleta.





Veja Também
27/01/20 11:31 Judô brasileiro disputará Abertos de Odivelas e Sófia em preparação para o Grand Slam de Paris 25/01/20 14:35 Judô brasileiro fecha Grand Prix de Tel Avi em grande estilo com mais três medalhas neste sábado, 25 24/01/20 23:16 Nota oficial - Rafaela Silva 24/01/20 16:12 Presidente e gestores da CBJ prestigiam Shotyugueiko de Bastos 24/01/20 11:20 Eduardo Yudy vence Dominic Ressel com belo ippon e conquista segundo bronze do Brasil no Grand Prix de Tel Aviv 23/01/20 10:41 Daniel Cargnin vence israelense na disputa pelo bronze de Tel Aviv e fatura a primeira medalha do judô brasileiro em 2020 22/01/20 17:13 CBJ e Forças Armadas alinham planejamento técnico das equipes de judô para 2020 22/01/20 11:05 Após treinos na Europa, Judô brasileiro estreia no Grand Prix de Tel Aviv, nesta quinta, em busca das primeiras medalhas de 2020 21/01/20 17:36 Treinamento de campo Sub-21 promove intercâmbio entre brasileiros, franceses e argentinos, em São Paulo, nesta semana 16/01/20 13:46 Tashkent, no Uzbequistão, sediará o Campeonato Mundial Sênior de Judô 2021
PATROCINADORES
PATROCINADOR OFICIAL
FORNECEDOR OFICIAL
Apoio
PARCEIROS DE MÍDIA
Apoio
Travel Ace Assistance
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB