Voltar para o topo

Notícias

09/11/19 20:08

Coração Valente! Técnico piauiense retorna às competições após passar por transplante de coração

Em franca recuperação após oito meses de cirurgia, Fabieldo Torres comandou judocas do Piauí na Seletiva Sub-21, em Fortaleza

Antes de sentar à beira do tatami, uma última conferida no relógio digital. Data, hora e batimentos cardíacos: 70 por minuto, normal para uma pessoa tranquila em um momento de descanso. Mas, esses batimentos contrastavam com uma alegria incondicional de quem voltava a fazer aquilo que tanto ama: estar numa competição de judô. Fabieldo Torres foi um dos grandes nomes desta Seletiva Nacional Sub-21.

O motivo está do lado esquerdo do peito. Torres realizou, no dia 6 de março, um transplante de coração, devido a uma cardiopatia causada por uma gripe, em 2015. Sua excelente recuperação o premiou com a presença na competição realizada no BNB Clube de Fortaleza, capital que ele conhece bem.

"É muito especial estar neste torneio, ainda mais numa cidade tão importante para a minha vida. Vim para cá em agosto de 2018 para realizar o tratamento da cardiopatia e, em março deste ano, fazer o exame. Graças a Deus deu tudo certo e, quando vi o calendário nacional de competições, coloquei como meta estar presente nesta Seletiva. Deu tudo certo e hoje estou aqui fisicamente e mentalmente bem para poder contribuir para o meu Estado", afirmou um sorridente Fabieldo que, a cada passo dado no clube, recebia o carinho dos treinadores e amigos de judô.

"Reencontrar todos esses amigos técnicos me deixa muito feliz. Estava com saudade desse clima, das competições e espero voltar a viajar pelo país em mais torneios. Minha esposa já até brincou comigo dizendo que 'vai começar tudo de novo`. Mas, ela sabe que estou super alegre com esse momento", disse Torres.

Os momentos de felicidade na Seletiva Sub-21 contrastam com a angústia que Fabieldo passou durante o tratamento e, também, na recuperação da cirurgia. Por um momento, o técnico pensou na possibilidade de tudo dar errado e ter sua vida abreviada. Porém, os aprendizados que vieram do judô o fizeram resiliente o suficiente para seguir acreditando que levantaria após a queda mais difícil de sua vida. 

"No começo, a gente pensa em tudo mesmo. Quando a gente chega muito perto da morte é normal fazermos um balanço de toda a nossa vida. Mas, sou uma pessoa muito dedicada e focada nos meus objetivos, ainda mais por ter sido atleta a vida toda. Então sempre acreditei que iria voltar a treinar meus atletas, estar no tatami fazendo o que eu mais amo. Sempre digo para a minha esposa que a minha melhor roupa é o kimono", brinca, antes de projetar outro retorno aos tatamis. "Estou me preparando para voltar aos poucos. Já deixei avisado: ainda vou dar trabalho na classe Master."


O CBI: Seletiva Nacional Sub-21 foi o primeiro passo, concluído com sucesso. Coração novo, vida nova, e alegria no olhar: Fabieldo Torres é só sorrisos. Tanto que fez questão de mostrá-los em Fortaleza.

Confira aqui como foi o CBI: Seletiva Nacional Sub-21

Foto e texto: Fernando Alves/CBJ





Veja Também
03/08/20 14:49 Vice-reitor da Universidade de Coimbra visita o treino da seleção brasileira de Judô 03/08/20 14:34 Mais adaptados, judocas iniciam terceira semana seguida de treinos em Portugal na Missão Europa 31/07/20 13:25 ALÔ, CARGNIN! Meio-leve da seleção é o primeiro convidado do CBJ CHAMANDO 31/07/20 12:47 DIÁRIO DA SELEÇÃO - Gestor de Alto Rendimento da CBJ, Ney Wilson detalha como foram as primeiras semanas do Judô na Missão Europa 29/07/20 14:36 Academia goiana faz entrega de faixas em domicílio para alunos aprovados em exame 28/07/20 17:36 Federação Paraense de Judô lança o primeiro Campeonato Paraense de Kata online 28/07/20 16:08 Luciano Corrêa se despede do Minas Tênis Clube e da FMJ após 20 anos de judô mineiro 27/07/20 15:45 COB disponibiliza canal de ouvidoria para Missão Europa 27/07/20 13:26 FEBAJU anuncia aula de abertura do Curso de Formação para Faixa Preta 2020 24/07/20 16:03 4ª edição do Webinar CBJ - Desafios da Arbitragem contará com painel 100% feminino e participação especial da campeã olímpica Sarah Menezes
PATROCINADORES
PATROCINADOR OFICIAL
FORNECEDOR OFICIAL
Apoio
PARCEIROS DE MÍDIA
Apoio
Travel Ace Assistance
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB