Voltar para o topo

Notícias

05/10/19 18:06

Juventude campeã e experiência para vencer: grupo brasileiro mostra sintonia entre gerações

Seleção de Judô começa a caminhada no Grand Slam de Brasília neste domingo

O Grand Slam de Brasília começa neste domingo (6), no CICB, e tem na delegação brasileira a mistura certa para o sucesso em uma competição: a juventude e a experiência. Participar de um torneio internacional é o sonho de qualquer judoca, assim como se manter no topo e manter a regularidade é essencial para os mais experientes. E a comissão técnica da CBJ teve como objetivo mesclar as gerações em busca de um casamento perfeito.

Campeã Pan-Americana sub-18 e Brasileira sub-21 em 2019, Luana Carvalho carimbou vaga no grupo brasileiro para o Grand Slam. Mais jovem da delegação, com 17 anos, a carioca aproveita para absorver cada momento no torneio, para consolidar seu nome de vez na seleção brasileira de judô.

"Às vezes eu nem acredito que estou aqui, é uma sensação única e estou adorando. Pretendo aproveitar bastante essa oportunidade que a Confederação Brasileira de Judô me deu e vou batalhar sempre, dando meu melhor. Espero que seja o primeiro de muitas edições de Grand Slam que participo", disse Luana.

A ansiedade aflora nos judocas, ainda mais faltando poucas horas para o início do torneio. Ter sabedoria para lidar com essas situações faz com que a pressão seja um mínimo detalhe pré-luta. Assunto que os atletas mais vividos tiram de letra.

"Sempre bom ter momentos para aliviar a tensão, principalmente nos dias anteriores aos campeonatos. É um momento ímpar para os judocas, ainda mais em um torneio que pode nos ajudar bastante numa corrida pela vaga olímpica. Sendo mais experiente, tento passar tranquilidade, mostrar que estamos todos em busca de um sonho, mas que somos um grupo onde podem contar conosco", garantiu Rafael Silva, o "Baby".

Esta será a quinta edição de um Grand Slam no Brasil. De 2009 a 2012, Rio de Janeiro foi sede do campeonato, e o país conquistou 61 medalhas no período: 11 de ouro, 19 de prata e 31 de bronze. De 6 a 8 de outubro, os maiores judocas do mundo se encontram no Centro Internacional de Convenções do Brasil. As preliminares começam 10h30, com transmissão no site live.ijf.org, enquanto as disputadas de medalhas serão disputadas a partir das 16h, com transmissão do canal SporTV. A entrada no CICB é franca.





Veja Também
19/01/21 13:15 Judô despede-se de Shigueto Yamasaki, árbitro brasileiro em quatro Jogos Olímpicos 16/01/21 12:56 Judô brasileiro se despede do grande mestre Shuhei Okano 13/01/21 09:11 Beatriz Souza e David Moura terminam em 7º lugar, melhor resultado do judô brasileiro no World Masters de Doha 12/01/21 15:11 Silvio Acácio Borges é empossado no Conselho de Administração do Comitê Olímpico do Brasil 12/01/21 12:29 Seleção brasileira tentará reação no último dia do World Masters de Doha 11/01/21 11:06 Daniel Cargnin é o melhor brasileiro no primeiro dia do World Masters, em Doha 06/01/21 12:56 Federação Internacional de Judô confirma calendário 2021 com cinco Grand Slam e um Mundial até Tóquio 05/01/21 14:25 CBJ abre primeira janela de transferências interestaduais de 2021 05/01/21 10:20 A 200 dias de Tóquio, judocas se apresentam em Pindamonhangaba para concentração visando ao World Masters de Doha 21/12/20 22:11 Nota oficial - Rafaela Silva
PATROCINADORES
PATROCINADOR OFICIAL
FORNECEDOR OFICIAL
Apoio
PARCEIROS DE MÍDIA
Apoio
Travel Ace Assistance
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB