Voltar para o topo

Blogs

26/04/13 11:58

MUDANÇA DE REGRA, MUDANÇA DE ESTRATÉGIA

Como todos aqueles que acompanham o judô sabem, algumas regras mudaram, e ficarão em teste até o Campeonato Mundial, que acontecerá em agosto deste ano, na cidade do Rio de Janeiro. A partir daí estas novas regras serão avaliadas pela FIJ, que poderá torná-las definitivas, ou não.

Uma destas mudanças foi com relação à pesagem. A pesagem de um evento de judô, até então, acontecia no dia da competição, e com essa mudança, ela passou a ser no dia anterior a competição. Na visão da FIJ, esta mudança seria uma forma de cuidar da saúde do atleta, uma vez que a maioria precisa seguir dieta com grande restrição calórica até o dia da pesagem, ou seja, horas antes da competição. Passando a pesagem para o dia anterior a competição, eles acreditam estar protegendo os atletas de lesões causadas pela rápida perda de peso, além das vantagens de organização do evento.

A equipe de nutrição da CBJ não acredita que esta mudança de estratégia preservará a saúde do atleta, pelo contrário, irá deixar o atleta mais suscetível a lesões relacionadas com desidratação e rápida perda de peso. Isso porque, para o atleta, ter mais tempo para se recuperar (ele passa a ter 12 horas de recuperação, e não mais 4 horas) significa dizer que ele poderá perder mais peso para se enquadrar na categoria de peso mais baixa, o que, teoricamente, lhe traria vantagem competitiva, o que já sabemos que não é verdade.

Um bom exemplo são os atletas de MMA, que já são pesados no dia anterior a competição. É bastante divulgado na mídia a grande perda de peso a qual eles são submetidos, além das práticas errôneas para a rápida perda de peso (sauna, treino com agasalhos, treinos intensos, e restrição severa de líquidos). Esses atletas perdem, em média, 10Kg dias antes da competição, porém, esta perda de peso se dá basicamente pela perda de líquidos corporais e massa magra.

A primeira questão que tem que ser pensada é a diferença entre atletas do MMA e atletas do Judô. Atletas de MMA competem 1 a 3 vezes por ano, enquanto que os atletas de alto rendimento de judô chegam a fazer 10 competições por ano. Além disso, os atletas de MMA fazem uma luta no dia, e os atletas de judô chegam a fazer 5 lutas no mesmo dia. Diante destas diferenças, podemos afirmar que a estratégia que funciona para um grupo de atletas não funcionará para um outro grupo de atletas, mesmo que sejam grupo de atletas de lutas.

Pensando em preservar a saúde dos atletas da Seleção Brasileira de Judô, e também o desempenho agudo, a equipe de nutrição e os demais membros da comissão técnica, estabeleceu o limite máximo de 5% acima do peso da categoria do atleta. Assim, um atleta da categoria de 60Kg poderá pesar, no máximo, 63Kg. Esta perda de peso para o dia da competição é realizada de forma gradativa, acompanhada e monitorada pela de nutrição da CBJ.

Com esta estratégia, a equipe de nutrição não expõe o atleta aos riscos causados pela rápida perda de peso e preserva a questão de igualdade de peso no dia da competição. 







Veja Também
12/07/16 14:00 A Expectativa na Olimpíada 07/01/16 14:21 A excelência de uma equipe 07/10/15 14:39 Usar a regra a seu favor 17/08/15 14:46 Modernização 14/04/15 18:16 Recomendações do Seminário Nacional 27/02/15 12:22 Volta de Málaga e Seminário Nacional de Arbitragem 2015 16/01/15 17:01 Seminário de Arbitragem em Málaga (ESP) 26/11/14 16:32 Método de avaliação 02/10/14 14:30 Inovações e aprendizado 12/08/14 14:25 Tecnologia a favor do resultado justo
PATROCINADORES
PATROCINADOR OFICIAL
FORNECEDOR OFICIAL
Apoio
PARCEIROS DE MÍDIA
Apoio
Travel Ace Assistance
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB