Voltar para o topo

Blogs

19/11/11

Tecnologia 3D no Judô: melhor aguardar novos avanços

Atualmente tudo o que é novidade eletrônica atrai os especialistas da tecnologia do esporte. Hoje compartilharemos a tecnologia das câmeras alta definição e as tecnologias de TV/Video-Game em 3D sem a utilização de óculos por meio de um vídeo. Contudo, discutir-se-á como tais fatores poderão auxiliar no trabalho do Estrategismo ligado ao Judô. No caso da tecnologia 3D, durante o ano de 2011 realizamos alguns testes com atletas e técnicos da Seleção Brasileira que não aprovaram a tecnologia, no momento. A novidade atraiu a atenção, desenvolveu encanto pela inovação, mas gerou desconforto depois de um tempo de acompanhamento das imagens.

 

\"\"

 

Existe um censo comum de que os atuais óculos disponíveis no mercado, assim como a tecnologia disponibilizada para câmeras e aparelhos reprodutores, promovem tonteiras e que, por isso, dever-se-á aguardar mais tempo para novos testes. Em resumo, com o aprimoramento tecnológico, talvez ocorra uma aceitação natural no uso do 3D.

 

\"\"

 

Sabe-se que a principal vantagem é ter uma noção de profundidade nas imagens e dimensionar o valor real do posicionamento dos membros nas avaliações de lutas. As imagens se aproximam e se distanciam mais rápido do que no mundo normal e os os olhos precisam focar os planos de imagens em uma velocidade desproporcional ao que estão acostumados, a musculatura é mais exigida causando certo desconforto na alteração do plano visual, seguido de náuseas e dores de cabeça.

 

\"\"

 

Já existem pesquisas para a criação de imagens em 3D sem exigir tanto ajuste do cérebro para a interpretação das imagens. Durante a feira International CES que é produzida pela Consumer Electronics Association (CEA), a principal associação para a divulgação e promoção do crescimento de tecnologia para o consumidor, com a presença de mais de 2.000 membros corporativos envolvidos em design, desenvolvimento, construção, distribuição e integração de produtos eletrônicos para o consumidor apresentou-se algumas soluções para a tecnologia 3D que esperamos ver em breve sendo comercializadas. Abaixo uma imagem em 3D que pode ser observada com a utilização de óculos especiais.

 

\"\"

 

Um detalhe importante é que neste evento, todos os lucros da CES são reinvestidos nos serviços da indústria, incluindo formação técnica e educação, promoção da própria indústria, desenvolvimento de estandartes de engenharia, estudos de mercado e advocacia legislativa, melhorando esta área da tecnologia. A DigInfoTv disponibilizou um dos avanços da pesquisa na área 3D que vale a pena perceber e a partir desta experiência com video-game pensar como será o futuro das imagens 3D aplicadas ao Judô.

 

 

 

Para citar parte deste artigo ou na íntegra, utilize a seguinte referência respeitando o direito autoral:

MATARUNA, Leonardo. Tecnologia 3D no Judô: melhor aguardar novos avanços. Blog do Estrategismo. Publicado em 19 de novembro de 2011. Rio de Janeiro: CBJ, 2011.

 







Veja Também
12/07/16 14:00 A Expectativa na Olimpíada 07/01/16 14:21 A excelência de uma equipe 07/10/15 14:39 Usar a regra a seu favor 17/08/15 14:46 Modernização 14/04/15 18:16 Recomendações do Seminário Nacional 27/02/15 12:22 Volta de Málaga e Seminário Nacional de Arbitragem 2015 16/01/15 17:01 Seminário de Arbitragem em Málaga (ESP) 26/11/14 16:32 Método de avaliação 02/10/14 14:30 Inovações e aprendizado 12/08/14 14:25 Tecnologia a favor do resultado justo
PATROCINADORES
PATROCINADOR OFICIAL
FORNECEDOR OFICIAL
Apoio
PARCEIROS DE MÍDIA
Apoio
Travel Ace Assistance
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB