Voltar para o topo

Blogs

17/11/11

O que é video-scouting?

O atleta com mais tempo de seleção brasileira já conhece bem os seus adversários. Acostumado com um alto número de competições internacionais por ano, este atleta costuma observar in loco seus adversários por esta facilidade. Mesmo assim, há a necessidade de aprofundar detalhes de conhecimento a respeito de quem será o próximo adversário em cada uma das competições. Este atleta costuma utilizar também o recurso de vídeos para complementar o seu treinamento e preparação antes, durante e após as competições.
Sabe-se que no esporte de alto rendimento o detalhe faz a diferença e é justamente neste sentido que o Departamento de Estrategismo vem atuar. Através do registro de imagens a partir das mais diversas competições internacionais (Jogos Olímpicos, Pan-Americanos, Mundiais, Grand Prix, Copas do Mundo e Grand Slam), realiza-se o video-scouting. Este processo é mediado pela relação observacional das imagens por parte dos atletas, técnicos e pelo estrategista, visualizando pontos de vulnerabilidade e potencialidade dos adversários de modo a se construir através do conhecimento tácito (experiências anteriores) uma tática de luta.
A tática deve ser apenas mais um elemento direcionador na trilha para a vitória, que associada a outros fatores como uma boa preparação física, técnica, nutricional e psicológica, além de demais variáveis intervenientes que devem estar bem ajustadas para influenciar positivamente a performance, vão corroborar para o avanço até a próxima etapa da competição ou o direcionamento ao pódio.
Utilizar a visualização do vídeo isoladamente, apenas por parte do atleta ou do técnico, designa-se uma nova forma de treinamento denominado “Treinamento Virtual”, onde o recurso eletrônico age como estimulador para a compreensão do cenário competitivo e formação de conexões neurais para a tomada de atitude. Quando ocorre a interação entre estas partes (técnico e atleta) e associado a estes o Estrategista, na maioria das vezes com dados estatísticos ou informações sobre a lateralidade dos atletas, tipo de pegada (kumi-kata) e técnica de preferência (tokui-waza) a respeito do adversário, forma-se o conceito de video-scouting.
\"\"
 
Este recurso que tem auxiliado atletas da Equipe Olímpica Brasileira de Judô desde 2007, e que em outros países como Japão e França já é utilizado há pelo menos 10 anos, é mais um instrumento que pode ser utilizado para complementar a busca pelo resultado, mas não deve ser observado desassociado de outros elementos que garantem a realização do produto preparatório para a performance, como por exemplo as diversas formas de treinamento.
Para citar parte deste artigo ou na íntegra, utilize a seguinte referência respeitando o direito autoral:

MATARUNA, Leonardo. O que é video-scouting? Blog do Estrategismo. Publicado em 17 de novembro de 2011. Rio de Janeiro: CBJ, 2011.






Veja Também
12/07/16 14:00 A Expectativa na Olimpíada 07/01/16 14:21 A excelência de uma equipe 07/10/15 14:39 Usar a regra a seu favor 17/08/15 14:46 Modernização 14/04/15 18:16 Recomendações do Seminário Nacional 27/02/15 12:22 Volta de Málaga e Seminário Nacional de Arbitragem 2015 16/01/15 17:01 Seminário de Arbitragem em Málaga (ESP) 26/11/14 16:32 Método de avaliação 02/10/14 14:30 Inovações e aprendizado 12/08/14 14:25 Tecnologia a favor do resultado justo
PATROCINADORES
PATROCINADOR OFICIAL
FORNECEDOR OFICIAL
Apoio
PARCEIROS DE MÍDIA
Apoio
Travel Ace Assistance
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB