Voltar para o topo

Notícias

23/08/13 11:18

Primeiro dia de competições do Campeonato Brasileiro Sub 23 foi realizado hoje; veja resultados

Já são conhecidos todos os medalhistas desta sexta-feira de competições. Confira a lista:

Categoria 55kg:

Ouro - Leonardo de Arruda/RJ

Prata - Bruno Ossemer/SC

Bronze - Bruno Coelho/PI e Julio Vilhena/AP

Categoria 60kg:

Ouro - Luiz Filipe Henriques/RJ

Prata - Vitor Delgado/SP

Bronze - José Vicente Souza/ES e Evandro Heitor/RS

Categoria 66kg:

Ouro - Lucas Bernardo/SP

Prata - Luciano Loiola/DF

Bronze - Alessandro Machado/RS e Gabriel Pinheiro/PE

Categoria 73kg:

Ouro - Eduardo Barbosa/SP

Prata - Pablo Araújo/RN

Bronze - Luanh Rodrigues/PR e Stanley Torres/PI

Categoria 44kg:

Ouro - Larissa Farias/MS

Prata - Rita Reis/AM

Bronze - Bruna Jesus/DF e Amelia Souza/SP

Categoria 48kg:

Ouro - Jéssica Henriques/RJ

Prata - Núbia Santos/AP

Bronze - Maria Farias/RN e Wilma Albertim/PE

Categoria 52kg:

Ouro - Jéssica Pereira/RJ

Prata - Thaís Santos/SP

Bronze - Mayara Silva/RS e Ana Morais/MS

Categoria 57kg:

Ouro - Joice Braga/SP

Prata - Taynara de Carvalho/RJ

Bronze - Ana Heymanns/SC e Giovanna Pernoncini/RS

 

O Campeonato Brasileiro Sub 23 foi iniciado nesta manhã no Ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Durante esta sexta-feira, as categorias Super Ligeiro, Ligeiro, Meio Leve e Leve, tanto do masculino quanto do feminino, subiram aos tatames às 10 horas; às 15:30, ocorre a Cerimônia de Abertura; e às 16 horas, o bloco final será realizado; encerrando o dia, às 18:30, acontece a Pesagem Oficial das categorias Meio Médio, Médio, Meio Pesado e Pesado. No sábado, os pesos que foram à balança no dia anterior vão aos combates; a disputa por medalhas, assim como no dia anterior, inicia às 16 horas.

O Brasileiro Sub 23 é uma competição que foi criada em 2009, visando a transição dos atletas da classe Junior para a Sênior.

“Vejo a criação desse Campeonato Brasileiro Sub 23 com ótimos olhos. Há um tempo, o atleta saia do Junior (Sub 21) e ia direto ao Sênior, aonde ele tinha uma diferença brutal para os atletas da equipe olímpica, por exemplo. O que causava muitos abandonos da carreira profissional. E esse é um período propício a isso, pois é agora, nessa faixa etária, que os atletas resolvem o que querem da vida. Se vão se dedicar somente à faculdade ou seguem focando em sua carreira como atletas profissionais. É um momento da vida em que eles têm de decidir o que querem para o futuro. Para os atletas que decidirem ficar no judô, é uma categoria que permite a aclimatação entre os adultos”, definiu o ex-treinador da seleção Brasileira e atual treinador do Minas Tênis Clube, Floriano Almeida.





Veja Também
12/05/21 14:51 Judô bate recorde no Canal Olímpico do Brasil 11/05/21 15:53 Brasil vai com força máxima para o Mundial de Judô, última competição classificatória para Tóquio 11/05/21 14:18 Vacinação de brasileiros para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 começa em 14 de maio 07/05/21 16:16 Judô brasileiro conquista cinco medalhas no penúltimo desafio antes de Tóquio 2020 07/05/21 15:20 CBJ evolui em Gestão e Governança e é reconhecida pelo Rating Integra no seu segundo ciclo de avaliação 06/05/21 14:34 Ketleyn Quadros é vice-campeã do Grand Slam de Kazan, na Rússia 05/05/21 16:29 Primeiro dia em Kazan tem vitórias de Ketelyn Nascimento, Daniel Cargnin e Eric Takabatake 04/05/21 14:07 Judô brasileiro disputa o Grand Slam de Kazan, na Rússia, a partir desta quarta-feira, 05 03/05/21 12:04 Nota de Pesar - Professor Giovani Ferreira 28/04/21 15:24 Webinar de Arbitragem inova com ferramenta de interatividade e reúne atletas, técnicos e árbitros na primeira edição de 2021
PATROCINADOR MASTER
PATROCINADOR OFICIAL
FORNECEDOR OFICIAL
Apoio
PARCEIROS DE MÍDIA
Apoio
Travel Ace Assistance
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB